2014 Diversos Metal Resenhas Rock

John 5 – Careful With That Axe (2014)

john5_carefulwiththataxe

O disco é instrumental de guitarra, mas encontra espaço para o country caipira e para a escala menor harmônica

Por Lucas Scaliza

John 5 é mais conhecido como o guitarrista da banda de Marilyn Manson (mas também já tocou com o Rob Zombie e Rob Halford). Assim como o tresloucado Manson, John 5 também tem visual e atitudes esquisitas. Mas eu acho que você já sabia disso. Talvez soubesse também que John 5 tem uma carreira solo desde 2004, fazendo música instrumental. É provável que você não tenha escutado os trabalhos solo dele. O novo disco, Careful With That Axe, é vendido como metal instrumental. O que você não sabe é que há uma variedade bem grande de estilos no álbum. É tudo instrumental, mas um terça dele não é rock. Tem country caipira e até música espanhola. Ele já lançou sete álbuns solos e um remix.

Na parte rock e metal do disco, temos “This is my rifle”, onde John 5 usa sua Fender Telecaster, carregada de distorção, para imitar tiros de um rifle. Depois embarca em fritação à Steve Vai e Malmsteen. Em “Flight of the vulcan Kelly”  a guitarra de John parece um contínuo zumbido de mosca – e dá-lhe notas rápidas em uma espécie de moto perpétuo. A linha de baixo é bem interessante, descendo e subindo a escala, como numa ciranda. “Villisca” é empolgante, mas é John mais uma vez usando notas curtas e velozes.

“Portrait of Sidney Sloan” tem um riff mais interessante e lembra muito o hard rock de trilha sonora de videogames. É uma das melhores faixas de Careful With That Axe. “Six hundred sixty six pickers in hell” é John sendo vigoroso mais uma vez e criando fraseados bem legais com sua Telecaster e usando efeitos de modulação para deixar o som com mais nuances. E “The dream slayer”, que fecha o álbum, é um típico heavy metal instrumental que poderíamos ver em um disco de Steve Vai.

john-5-careful-axe-1

No meio de todas essas porradas, ele temperou o disco com duas composições country. “Jerry’s Breakdown” é o típico country caipira, acelerado e divertido. “Jiffy Jam” tem uma levada bem gostosa e até traz para a banda do guitarrista um bandolim. É uma composição bem executada, nunca subverte o gênero para o rock e mantém-se no country até o último acorde. De fato, John é um fã confesso do virtuoso Jerry Reed, estrela do country norte-americano e essas duas faixas servem como tributo ao artista.

“El cucuy” traz a escala menor harmônica ao salão de John 5 e apresenta uma música de toque flamenco e espanhol muito bonita, com técnicas de violão clássico. É a única balada do disco.

O disco é curto, apenas 31 minutos de duração, e maioria das faixas não chegam aos 3’30”. Careful With That Axe desce fácil, fácil. Quem gosta de rock e metal deverá gostar também das incursões de John 5 pelo country. Para gravar esse álbum, John 5 usou pouco equipamento: uma Fender Telecaster dourada, um amplificador Marshall e um pedal Boss Super Overdrive. E mesmo assim ele consegue explorar diversos timbres diferentes.

O único problema é que todas as faixas prezam muito pela técnica de palhetada rápida, fritação e notas curtas. Se John libera a criatividade para incluir três faixas que nada tem a ver com rock, poderia ter também nas faixas de rock e metal ter usado mais feeling e menos velocidade. Até mesmo em “Jerry’s Breakdown” e “Jiffy Jam” ele mostra que é virtuoso. Apenas “El cucuy” foge desse esquema e mostra que John pode criar uma faixa legal sem precisar voar baixo.

Por outro lado, John tem espaço para mostrar uma musicalidade que não cabia na música de Marilyn Manson e Rob Zombie. Ele pode ser mais técnico, mais virtuoso e até mais aberto a outros tipos de música que não se encaixam com o som das bandas dos vocalistas citados.

Mas se às vezes ele soa como Steve Vai, soa como o Vai da guitarra rock’n’roll, mas não está lá toda a versatilidade. Se Vai encontra novos caminhos (alguns até mesmo esquisitos), John 5, que é esquisito, aposta no que é mais certeiro. Careful With That Axe é bem animado e flui muito bem, mas perde a oportunidade de ser ousado pra valer.

Algumas curiosidades tiradas de uma entrevista de John 5.

This is my rifle: musicalmente, é uma referência ao guitarrista Al Di Meola. O título é tirado de uma passagem do filme “Nascido para Matar”, de Stanley Kubrick.

Flight of the vulcan Kelly: uma homenagem para a famosa “Flight of the Bumblebee”, do compositor erudito Rimsky-Korsakov.

Jerry’s breakdown: homenagem e cover do compositor e ator Jerry Reed, que John 5 cresceu ouvindo graças a seu pai.

Six hundred sixty six pickers in hell: faixa preferida de John 5 no disco. Ele costumava tocar essa nos shows do Rob Zombie. O título é referência à música “A thousand pickers in hell”, outra que seu pai costumava ouvir bastante.

Portrait of Sidney Sloan: Sidney Sloan existe. É um garoto que matou seu pai com um machado e fugiu. A guitarra de John 5 está afina dois tons abaixo do padrão nessa faixa para soar bem pesada e agressiva.

Jiffy Jam: mais um cover de Jerry Reed, mas usando um pouco da técnica de Chet Atkins, outro artista western/country da década de 1960.

Villisca: é o nome de uma cidade no Iowa onde ocorreu um assassinato com machado há 100 anos.

El cucuy: em espanhol, cucuy é bicho-papão. John 5 usou um violão Martin para gravá-la e a versão que entrou para o disco era, na verdade, um ensaio da canção que acabou soando legal.

The dream slayer: é o nome de um cara que acordava no meio da noite e matava as pessoas com um machado. O assassino se defendia dizendo que estava sonhando enquanto cometia esses atos.

PS. Sim, o nome do álbum é um referência à música “Careful with thar axe, Eugene”, lançada em 1967 pelo Pink Floyd.


john5-three-corbis-630-80

2 comentários em “John 5 – Careful With That Axe (2014)

  1. Pingback: Richie Kotzen – Cannibals (2015) | Escuta Essa!

  2. Pingback: Scott Henderson – Vibe Station (2015) | Escuta Essa!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: