2015 Metal Resenhas Rock

Teenage Time Killers – Greatest Hits Vol. 1

teenage time killers

Uma ode ao hardcore com muitos convidados especiais

Por Lucas Scaliza

Não há segredo, nem um conceito e nem nenhuma complexa justificativa para a existência do supergrupo Teenage Time Killers. Greatest Hits Vol. 1 é suficiente para qualquer um saber do que se trata. É uma ode ao rock hardcore americano em suas mais diferentes formas interpretado em faixas diretíssimas, curtíssimas e poderosíssimas também. Embora não tenha nenhuma grande música que vá entrar para a história, o disco é muito bom do começo ao fim. São 20 faixas e 19 vocalistas diferentes.

O Teenage Time Killers conta com músicos bem referendados: Dave Grohl e Pat Smear (Foo Fighters), Nick Olivieri (ex-Queens of the Stone Age), Brian Baker (Bad Religion), entre muitos outros, além dos mentores do projeto, o guitarrista Mick Rubin (My Ruin) e o baterista Reed Mullin (Corrosion of Conformity). Embora essa banda de muitas faces e muitas vozes tenha se formado no início de 2014, só agora podemos ver o resultado cru, pesado e barulhento que essa turma gravou no Studio 606, o estúdio pessoal de Grohl.

Todos os membros do Teenage Time Killers
Todos os membros do Teenage Time Killers

O álbum, como uma celebração, é um apanhado de referências e épocas. Além de cada faixa contar com um vocalista diferente, alguns músicos da banda de apoio também mudam, dando lugar para convidados especiais. Dave Grohl é o cara mais creditado do álbum, tornando até mesmo esquisito a necessidade de destacá-lo, já que é praticamente um músico fixo da Teenage Time Killers. E se Dave foi baterista no Nirvana e no Them Crooked Vultures, e é vocalista e guitarrista no Foo Fighters, dessa vez ele resolveu tocar baixo em 11 faixas.

Entre as porradas do álbum temos o stoner rock de “Crowned By The Light of the Sun” (voz de Neil Fallon), o metalcore gutural de “Hang Out to Dry” (voz de Randy Blythe, do Lamb of God), o punk pop da divertida “Barrio” (voz de Matt Skiba, “Egobomb”, que começa como um grunge antes de pisar fundo (voz de Corey Taylor, do Slipknot), o baixo ribombante de “Time to Die” (voz de Mike IX Williams), o show de riffs em “Devil In This House” (voz de Karl Agell), o hardcore “Ignorant People” (com Olivieri no baixo e voz de Tony Foresta) e o punk direto de “Son of a Immigrant” (voz de Johnny Weber).

Como se vê, um disco que agrega tanto gente que chegou ao topo da cadeia alimentar do rock quanto nomes desconhecidos do público fora dos EUA. Às vezes, dado a intensidade das faixas e suas boas ideias, como “Days of Degradation” (voz de Tommy Victor), dá a impressão de estarmos ouvindo uma versão Tio Sam daquelas coletâneas Skol Rock que tínhamos nos anos 90, apresentando novas bandas de rock do Brasil. Mas não se assuste: embora as faixas sejam quase todas cheias de arestas, como manda a cartilha garageira do hardcore e do punk, tudo é muito bem gravado.

É um disco de pura testosterona que funciona muito bem sozinho e pode servir como um quem é quem do rock americano. Um projeto bastante despojado, mas se dedica ao rock’n’roll integralmente.

teenage time killers 2

Anúncios

1 comentário em “Teenage Time Killers – Greatest Hits Vol. 1

  1. Pingback: Hollywood Vampires – Hollywood Vampires (2015) | Escuta Essa!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: