2015 Pop Resenhas Rock Soul

Miguel – Wildheart (2015)

wildheart

Sobretudo, o prazer

por brunochair

Na esteira de lançamentos da r&b deste ano de 2015, temos mais um disco que chamou bastante a atenção, e do qual falaremos a partir de agora: Wildheart, do cantor californiano Miguel. Já em 2015, tivemos outros discos do gênero bastante interessantes, como o do (ex?) vocalista do silverchair Daniel Johns, bem como a pop music/r&b do Ne-Yo. Ambos seguem uma tendência bastante comum ao estilo, que também é compartilhada por outros ícones do r&b como Usher, Chris Brown e Frank Ocean: o uso e o abuso de uma certa “estética da sexualidade”.

Em todos os discos dos artistas citados, é comum observá-los sem camisa, cercado de mulheres, aquela conversa ao pé do ouvido. “Seu amor será correspondido”, e nessa linha mais sensorial o r&b consegue a atenção de milhares de fãs, espaços na mídia com samplers e letras provocantes. Ao mesmo tempo, não dá para questionar a habilidade vocal destes vocalistas citados. Mesmo Daniel Jonhs, que em Talk fez a primeira imersão no gênero, conseguiu oferecer boas impressões para este público, ainda que ancorado neste “senso comum” da r&b. Kendrick Lamar esteve pelo r&b também em To Pimp a Butterfly, e gravou uma música bastante significativa (e nesta mesma pegada) chamada “These Walls”.

Miguel também trata dessa estética da sexualidade em toda a sua obra. Os seus discos exalam sexualidade. No entanto, a sua abordagem sobre o tema é um pouco diferente dos demais. Em Wildheart, o interesse de Miguel é falar sobre sexualidade e (sobretudo) prazer. Ainda que o artista procure a linguagem sexual em letras, vídeos e capa do disco, fica evidente a “primazia do prazer”. Não mais a figura do macho alfa, que satisfaz as mulheres sendo o cafajeste da vez, e sim aquele cara que quer proporcionar o prazer, sobretudo – seja pelo ato sexual, seja pela masturbação da (e na) parceira, seja sendo o selvagem e/ou cortês, quando necessário. É uma abordagem não usual do tema, se formos levar em conta os artistas da r&b mencionados até agora.

Prince, um dos precursores da r&b contemporânea, é um desses artistas que pensam fora da caixa, tal qual Miguel. Aliás, é em Prince que Miguel se espelha em Wildheart. A influência da musicalidade que Prince conseguiu criar na década de 80 (sobretudo no disco Purple Rain, de 1984), está presente neste novo disco do Miguel. Obviamente, há uma releitura destas influências, mas a fonte maior de Wildheart está neste disco do Prince – um diálogo entre a synthpop, a black music e uma pitada de rock, com a presença marcante de guitarras, que oferecem às músicas também essa sexualidade, tão inspiradora para a obra toda. Queen e Michael Jackson também são referências oitentistas, mas a mais próxima, sem sombra de dúvidas, é Prince.

O disco contém dezesseis músicas e em torno de 58 minutos de duração. Como já dito, transita entre a r&b contemporânea e a década de 80. É um disco bastante animado, “pra cima”, que serve tanto para ser ouvido por quem curte analisar estas influências oitentistas na carreira de um artista da r&b contemporânea, para se discutir a evolução na carreira do artista Miguel, para analisar as letras e a desconstrução dessa concepção do macho alfa na r&b, ou mesmo (é claro) para dar uns amassos, aproveitar o que há de sexual na obra toda. No gênero, talvez o disco mais completo de 2015: desconstrói tabus, transita por linguagens musicais distintas e desenvolve tudo isso com intensa qualidade criativa e excelente vocal.

Melhores músicas: “A Beautiful Exit”, “Coffee”, “Waves”, “Flesh” e “Face the sun” (participação do Lenny Kravitz)

5 comentários em “Miguel – Wildheart (2015)

  1. Pingback: Jill Scott – Woman (2015) | Escuta Essa!

  2. Pingback: Disclosure – Caracal (2015) | Escuta Essa!

  3. Pingback: Avant – The VIII (2015) | Escuta Essa!

  4. Pingback: Silva – Júpiter (2015) | Escuta Essa!

  5. Pingback: Steven A. Clark – The Lonely Roller (2015) | Escuta Essa!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: