2015 Jazz Resenhas

Christian Scott – Stretch Music (2015)

christian scott - stretch music

Nome do álbum projeta também um conceito bastante definido do que é jazz, sob a visão do trompetista Cristian Scott

por brunochair

Antes de qualquer nota ou detalhe que se possa dizer sobre o quinto álbum da carreira do trompetista de jazz americano Christian Scott, o que tomou a minha atenção foi o nome do álbum: Stretch Music. O que significaria o “stretch”, compondo o nome do álbum? Fui ao tradutor, sim. Também fui ao pai dos espertos (quem consulta dicionário de burro não tem nada) e verifiquei diversos sinônimos: esticar, estender, forçar, alargar, espalhar, alongar. Sinônimos que, se bem analisados, podem levar a conclusões opostas/precipitadas sobre o significado do termo.

Só fui compreender (de verdade) o que Cristian Scott pretendia com o termo “stretch” a partir de uma carta publicada em sua página oficial. Quando o trompetista está falando sobre o seu processo de criação, ele afirma que o jazz é inerente a tudo o que ele produz. Porém, em contraponto ao que muitos artistas e apreciadores de jazz acreditam, Cristian procura definir outras fronteiras para o estilo.

Neste ponto, o termo que melhor define o stretch é alargamento: estabelecer novas dimensões e proposições para o jazz. Afinal, jazz é música, música é cultura e cultura é um processo – dialético e cíclico. Estabelecer um parâmetro para algo é mortificá-lo, e alguns artistas e ouvintes de jazz são responsáveis por enregelar um estilo que possui o improviso como uma das características mais importantes. Ou seja, de “arcaico”, “careta” e “quadrado” o jazz não tem nada.

christian scott - stretch music2

Ao ouvir o disco de Cristian Scott, notamos o jazz alargar-se: ele pode ter a influência da música latina (“TWIN”), pode ganhar aspectos da chill out (“Perspectives” e “Tantric”), bem como pode transmitir um clima guitarreiro, algo próximo do hard rock (“West of the West”). “Sunrise in Beijing” e “Liberation over Gangsterism” traz um dueto entre Cristian Scotte a flautista Elena Pinderhughes, a quem o trompetista apresenta ao grande público. Estas duas canções citadas flertam com o minimalismo e com a música eletrônica, e ganham uma intensidade sem igual quando os dois instrumentistas iniciam os seus respectivos improvisos.

“The Corner” e, principalmente, “Of a New Cool” estão mais próximas do jazz do que boa parte do disco. Talvez estejam menos alargadas que as demais, respeitando as características que foram definidas ao jazz mais tradicional. Ainda assim, belas canções. Outra música que consegue representar com muita categoria a ideia do stretch é a “The Last Chiefthain”, em que há até dificuldade em configurá-la a um estilo específico: há solos de trompete, fraseados de guitarra e levadas de bateria nada convencionais. Se há uma música que possa resumir o que seja o conceito do disco, “The Last Chiefthain” é uma boa opção.

Stretch Music é um álbum que define não só o nome do disco de um trompetista de jazz, mas também um conceito de música específico, que procura renovar os horizontes da música instrumental. Por sorte, Christian Scott não está sozinho nesta empreitada, já que em 2015 outros artistas rotulados como jazz também procuraram o stretch, cada um a seu modo: Kamasi Washington, Thundercat, Ibrahim Maalouf, Marcus Miller e tantos outros artistas de 2015, que trouxeram distintas referências ao jazz, e enriqueceram (e continuarão enriquecendo) o estilo.

christian scott - stretch music3

Obs: uma curiodade interessante sobre Stretch Music é que foi desenvolvido um app (aplicativo) em que o usuário pode ter acesso a todas as partituras das músicas. Além disso, o usuário do app pode ouvir cada instrumento em separado, seja como um curioso ouvinte ou mesmo um músico ou aprendiz de algum dos instrumentos envolvidos na gravação.

Anúncios

2 comentários em “Christian Scott – Stretch Music (2015)

  1. Pingback: Theo Crocker – Escape Velocity (2016) | Escuta Essa!

  2. Pingback: Braxton Cook – Somewhere in Between (2017) | Escuta Essa!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: