The Last Shadow Puppets – Everything You’ve Come To Expect (2016)

Indie rock, orquestração de cinema e muito carisma

Por Lucas Scaliza

Oito anos depois da estreia, o supergrupo inglês The Last Shadow Puppets encontra espaço nas agendas de seus fundadores para mostrar mais um bom disco. E assim como o primeiro, The Age of Understandment (2008), o novo Everything You’ve Come To Expect é uma mostra de indie rock bem feito, uma evolução na arte de compor envolvendo os quatro músicos e ainda assim preservando o despojamento do projeto.

Alex Turner, vocalista e guitarrista do Arctic Monkeys, mostra boas composições e boas letras. Passada a fase da “pressa” que dominou os três primeiros discos de sua banda, ele enveredou por uma vertente mais sofisticada de compor, aglutinando estilos e tomando mais cuidado com as melodias. E tudo isso brilha em Everything You’ve Come To Expect, principalmente porque, estilisticamente falando, o guitarrista e vocalista Miles Kane (ex-The Rascals),o baterista  James Ford (produtor do Arctic Monkeys e dos Klaxons) e o baixista Zach Dawes trabalham todos no mesmo sentido, construindo diferentes tipos de canções, levando o indie rock a todos eles. É assim na club dance “The Element Of Surprise”, na faixa noir “Dracula Teeth”, na marcha “Sweet Dreams, TN”, na baladinha “The Dream Synopsis” e na funkeada “Pattern”.

the_last_shadow_puppets_2016

“Miracle Aligner” não é aquela música mais simples e mais palatável que a banda grava sabendo não ser a melhor do disco, mas talvez seja a melhor para o público geral consumir como single. Ela é, de fato, uma das mais carismáticas do álbum. O ouvinte é enlaçado pela melodia do refrão logo que a faixa se inicia e depois torna-se difícil não seguir as notas do teclado e a excelente linha de baixo de Zach Dawes, único americano na banda.

A orquestra que acompanha grande parte das canções não é feita de samples e nem por teclados. O grupo contratou 17 músicos de orquestra para tocarem violino, cello, viola, contrabaixo, flauta e corne francês. Quem fez o arranjo orquestral e conduziu a gravação foi o violinista clássico Owen Pallett (anteriormente conhecido como Final Fantasy). Em praticamente todas as faixas, suas orquestrações evocam a atmosfera de trilhas sonoras cinematográficas, principalmente de filmes de suspense e de espionagem, como ocorre na ótima “Bad Habits”. Talvez não seja coincidência que exista uma música no disco chamada “The Bourne Identity” e, apesar de a orquestra não chamar tanto a atenção para si nesta faixa, é outro exemplo de boa composição, simples e direta, mas que não se nivela por baixo.

E tem rock? Tem sim, senhor. Além da já citada “Bad Habits” – talvez a faixa mais Queen Of The Stone Age de Everything You’ve Come To Expect –, temos “Used To Be My Girl” e sua guitarra cheia de texturas, “She Does The Wood” que se divide entre distorção e orquestração, e a abertura indie “Aviation”.

Em sua segunda reunião o quarteto continua soando moderninho e fazendo música boa. Para quem achava que o grupo se resumiria a apenas um disco, agora sabemos que será uma trilogia. Deverão seguir o mesmo receituário, que consiste em compor músicas que funcionariam como faixas bem diretas, mas na hora de gravar propor arranjos mais criativos e alternativos que mantêm a característica do grupo.

Interessante será notar como esses elementos farão parte da sonoridade das bandas dos membros, principalmente no caso do Arctic Monkeys, que vem diversificando bastante o som enquanto tenta manter um pé no rock guitarreiro. No final das contas, o The Last Shadow Puppets mantém um ótimo rendimento criativo. Não são os únicos a usar esse receituário (alguém aí lembro de Post Pop Depression?), mas o usam com carisma próprio.

the_last_shadow_puppets_2016_2.jpg

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s