2016 Resenhas Rock

Dinosaur Jr. – Give a Glimpse Of What Yer Not (2016)

Não soa rebelde como há 20 anos, mas soa forte e visceral

Por Lucas Scaliza

Com 30 anos de carreira, o Dinosaur Jr. pode se gabar de fazer o rock alternativo que influenciaria uma gama gigantesca de bandas vindouras. Pixies, todo o movimento grunge – que também acabou influenciado o grupo – e tudo o que se fez de noise rock nos EUA e na Inglaterra.

O tempo não diminuiu a qualidade composicional do trio ainda formado pelos integrantes originais. J Mascis (guitarra, teclado e voz), Lou Barlow (baixo e vocal) e Murph (bateria) ainda entregam rock do bom e descomplicado. Se nos primeiros registros a banda soa mais crua e saturada por falta de qualidade técnica em estúdio, todos os seus últimos discos soam saturados porque eles querem manter o som característico, com a guitarra de Mascis ainda exalando distorção e um timbre bem sujo. A música do Dinosaur Jr. ainda empolga, mas está mais amaciada e menos anárquica do que aparecia em, por exemplo, Whatever’s Cool With Me (1991).

Dinosaur_Jr_giveaglimpse

Com bons shows até hoje, refrãos que empolgam e ótimos solos de Mascis que passam longe do show off e demonstram a essência do noise rock, o Dinosaur Jr. é uma banda que lança discos sem muita enrolação e sem procurar mudar de estilo ou enriquecê-lo com novas influências, mantendo uma regularidade estética. Poucas bandas conseguem ser tão regulares e pouco inovadoras e ainda assim continuar sempre tão boas. Motörhead e The Cribs são duas que vêm à mente agora.

Ainda que Give a Glimpse Of What Yer Not tenha músicas mais raivosinhas como “Going Down”, “Tiny”, “Good To Know” e uma faixa ótima e de som familiar cheio de groove (“I Walk For Miles”), o grupo também sabe preservar a vibe pop de seus versos e refrãos, como o REM. Esse lado mais soft do grupo fica evidente em faixas como “Be a Part”, “Love Is…” e “Lost All Day”. A porção noiser do grupo dá pouco as caras ao longo do álbum, sendo mais evidente em alguns momentos durante “Left/Right” e no final de “Mirror” e “Knocked Around”. É um disco de rock cru e cozido, afinal, reverberando 30 anos de punk, grunge e sons alternativos.

Barlow e Murph mantêm as faixas encorpadas e pulsantes, mas não muitos grandes momentos dignos de nota. Nenhuma linha de baixo mais criativa e nenhuma virada de bateria mais animal. Ainda possuem garra, no entanto. Sobra para Mascis mais uma vez os holofotes. Suas distorções e especialmente seu característico fuzz ainda são incríveis. Não soa rebelde como há 20 anos, mas soa bem, forte e visceral. Seu jeito de cantar também acabou sendo suavizado e dá um ótimo contraste à agressividade dos overdrives. E seus solos continuam sendo únicos, com aquele feeling de espontaneidade, de improviso, encaixando as notas no calor do momento, sem deixa-los cerebrais demais e ainda bastante expressivos.

Give a Glimpse Of What Yer Not é o quarto disco do Dinosaur Jr. após a volta do grupo. Embora Hand It Over (2007), Farm (2009) e I Bet On Sky (2012) sejam ótimos também, o novo trabalho é o mais bem acabado dentre eles. Se não há nada de excepcional, também não há muito do que reclamar. It’s just rock’n’roll and we like it, afinal.

dinosaur_jr_2016

Anúncios

0 comentário em “Dinosaur Jr. – Give a Glimpse Of What Yer Not (2016)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: