2016 Eletronica Indie Pop Resenhas

Metronomy – Summer 08 (2016)

Joe Mount evoca nostalgia e nos faz voltar a 2008 (ou seria aos anos 80?)

Por Gabriel Sacramento

Se um dia alguém construísse uma máquina do tempo, para qual momento na história você gostaria de voltar? Muitos diriam para 1969, época do Woodstock e dos Beatles. Outros, para os anos 80, na ascensão do rock brasileiro. Já Joseph Mount, vocal e líder pensante do Metronomy, gostaria de voltar para 2008. E foi pensando nisso que ele gravou Summer 08, novo álbum do grupo.

O Metronomy é umas das bandas do cenário indie rock que mais valem a pena. Porque eles vão além do indie e buscam referências eletrônicas para rechear o som. Esse mix entre os gêneros é chamado de indietrônica. Se você já ouviu algum dos discos do grupo britânico sabe bem o que quero dizer. As referências aos estilos oitentistas, como o synthpop, são claras. Uma música direta, simples, com poucos elementos, mas que fazem a diferença.

FRANCE-MUSIC-FESTIVAL-EUROCKEENNES
Foto: Sebastien Bozon/AFP/Getty Images

Summer 08 é tão bom em termos de indie rock quanto os outros. Mas em termos de produção e sonoridade é ainda mais grandioso. É possível perceber que eles se aprofundaram no eletrônico, diluindo ainda mais a pegada mais orgânica.

A produção é do próprio guitarrista e vocalista Joseph Mount e a nostalgia é o centro do álbum. Mount revelou em algumas entrevistas recentes que escolheu nomear o disco referenciando o primeiro verão que passou fazendo turnê com sua banda. E, de certa forma, Mount quis resgatar aquela época. Em 2008, o Metronomy lançou Nights Out, um disco dançante e cheio de elementos eletrônicos. O novo trabalho é o mais dançante em anos, o que torna ainda mais lógica essa conexão entre os álbuns e os momentos temporais. E claro, como já afirmei anteriormente, o disco vai longe e nos entrega claras menções à onda que dominava nos anos 80.

Ao ouvir o álbum, percebemos que eles não só diversificaram com relação ao que fizeram nos dois últimos – o melódico e bonito English Riviera (2011) e o intimista Love Letters (2013) – mas também acertaram muito a mão nos toques eletrônicos e floreios dançantes. Os detalhes fazem o disco valer a pena. Por exemplo, as escolhas de timbres eletrônicos em “Old Skool” junto de elementos de hip hop. A faixa, que foi liberada como single, possui um baixo forte valorizando a melodia principal, enquanto nos convida a dançar groovando com a bateria eletrônica.

A batida forte da bateria abre “16 Beat” e as melodias excelentes conquistam até o ouvinte de primeira viagem. A irresistível “Hang me Out to Dry” com a cantora sueca Robyn, é uma das melhores faixas da banda (e do ano!). A banda alterna estes momentos dançantes e extrovertidos com momentos mais leves e densos como “Night Owl” e “Mick Slow”.

Summer 08 chega ao fim nos deixando com vontade de ouvir mais. Os sintetizadores, timbres e escolhas estéticas mais dançantes que são contrastadas com seções mais calmas e contemplativas são fatores positivos do álbum. A voz do Mount está muito bem colocada nas faixas e nos arranjos, contribuindo para que tudo soe único e original.

O grau de anacronismo de Summer 08 permite que o disco seja destacável frente às produções mais recentes da mesma cepa. O eletrônico abraça o indie, com escolhas que podem soar até estranhas para ouvidos desacostumados, mas depois de um tempo soam fantásticas. Tudo isso realça a mente criativa e o poder de fogo do Mount na liderança da banda. Por essas e outras, podemos afirmar que estamos diante de uma das melhores obras musicais do ano.

O synthpop e a new wave dão as caras e são alvos claros do Metronomy na busca por sua sonoridade. Mesmo que o disco faça referência a oito anos atrás, na época esse tipo de som já era considerado anacrônico. Então é provável que essa nostalgia nos leve à anos anteriores. Ou seja, Mount nos convida a entrar na máquina do tempo e não nos diz ao certo quanto tempo iremos retroceder. Apenas nos garante que a viagem valerá a pena. E realmente vale.

metronomy_horizontal_credit_philsharp
Foto: Phil Sharp
Anúncios

1 comentário em “Metronomy – Summer 08 (2016)

  1. Pingback: Tove Lo – Lady Wood (2016) | Escuta Essa!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: