2016 blues Resenhas Rock

Mike Zito – Make Blues Not War (2016)

Zito faz um ótimo álbum, mesmo seguindo a receita do blues

Por Gabriel Sacramento

2016 foi muito bom para o blues. Estreias, artistas clássicos voltando às raízes e os novos nomes consolidando seus trabalhos com muita disposição. Tivemos, por exemplo, bons discos de Joe Bonamassae e Eric Clapton, além de lançamentos não tão bons assim como o Blue & Lonesome, dos Stones, que mesmo não acertando na qualidade, chamou a atenção para o estilo. Isso sem mencionar a galera nova: Julie Rhodes, Toronzo Cannon e Joanne Shaw Taylor.

Tivemos muita coisa boa, mas que simplesmente se limitou ao bom. Isso é algo perceptível em boa parte das bandas novas de blues: quase todo mundo é bom, mas pouca gente é ótima. No meio de todo esse pessoal, temos Mike Zito, que lançou mais um disco, um ano depois do Keep Coming Back, que já trazia uma sonoridade inspirada e forte – denunciando que ele não se conforma em ser apenas bom. Seu novo trabalho, Make Blues Not War, deixa isso ainda mais explícito.

mike_zito_2016

Apesar do título, o álbum não tem intenções políticas e não é liricamente mais profundo que Keep Coming Back. No entanto, pode ser considerado melhor que o anterior por apresentar Mike Zito na sua melhor forma dominando completamente o blues e apresentando um disco ainda mais enérgico e agressivo. Zito não precisa aludir à modernismos ou inovações para soar interessante e destacável, só faz o blues como aprendeu, explorando diferentes nuances e diversas facetas.

Nos primeiros minutos de “Highway Mama” já percebemos o destacável timbre de guitarra, que não permanece o mesmo e lidera as mudanças de clima ao longo do disco. O instrumento aqui é tocado pelo lendário Walter Trout. A faixa é conduzida pelos riffs do guitarrista, sendo mais um caloroso blues-rock ligado no 220v, com energia suficiente para começar o disco muito bem e uma efervescência sonora que não se ouvia há um bom tempo na discografia de Zito. “Wasted Time” é um blues clássico, que lembra os Stones no último disco, só que com um solo fantástico e um pouco mais de energia. Ele impressiona mais do que os ingleses. A faixa-título é um blues clássico também, exaltando o estilo e conclamando as pessoas à paz. Mesmo sendo a estrutura clássica, Zito não deixa a canção ficar cansativa, aumentando a intensidade no meio e trabalhando bem a dinâmica.

Uma guitarra limpa, uma solo, um órgão e um piano marcando os acordes chamam a atenção em “Bad News is Coming”. O piano também se destaca acentuando o ritmo em “One More Train”, que tem um ritmo um pouco diferente do blues mais comum, com influências de country com uma slide guitar. Em “Chip Off The Block”, Zito conta sua história de criança ouvinte assídua do bom blues. A faixa ainda conta com a participação do pai do músico tocando guitarra com ele. Já “Route 90” traz um timbre de guitarra bem mais limpo, bem mais rockabilly e um ritmo voltado para o boogie.

Make Blues Not War é o melhor registro de Mike Zito e mostra o bluesman determinado a ser um dos grandes destaques do estilo na atualidade. Com um estilo dinâmico, que preza pela energia e intensidade do som, ao mesmo tempo em que entrega bons blues conforme a receita, este álbum pode ser facilmente considerado um dos melhores do gênero em 2016. Comparando com o trabalho do guitarrista Joe Bonamassa, percebemos ainda mais os méritos do Zito. O primeiro lançou um ótimo álbum no começo desse ano, mostrando uma faceta menos purista dentro do estilo. Já Zito continua bem purista, respeitando o que já foi estabelecido como blues anteriormente, mas mesmo assim, soando bem.

Ou seja, mesmo sem tanto alarde, Zito lançou um ótimo álbum que merece ser ouvido por todos os fãs de blues por todo o mundo. Até para quem não é fã, aliás, já que o álbum funciona como uma boa aula do estilo. O cara provou mais uma vez que é um dos nomes mais interessantes da cena moderna do blues e que continuará trabalhando duro para tornar o estilo relevante e incisivo tanto para os devotos, quanto para os incrédulos.

mike_zito

Anúncios

1 comentário em “Mike Zito – Make Blues Not War (2016)

  1. Pingback: John Mayall – Talk About That (2017) | Escuta Essa!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: