2017 Pop r&b Resenhas

Kehlani – SweetSexySavage (2017)

Em álbum de estreia, finalista do America’s Got Talent de se destaca pela força do repertório

Por Gabriel Sacramento

O R&B é um dos estilos mais prolíficos e mais bem sucedidos dos EUA. Na onda do estilo, é comum que surjam muitos artistas que não conseguem tanto destaque como os medalhões, mas podem até ganhar um reconhecimento considerável. Kehlani é uma artista que se encaixa nessa segunda categoria. Mesmo sem tanto hype, seu novo trabalho tem conquistado certo carinho e merecida atenção por crítica e público.

A cantora veio de um grupo pop que foi finalista do programa America’s Got Talent. Em 2016, colocou uma música na trilha sonora do tão criticado Esquadrão Suicida (a faixa “Gangsta”), além de ter sua mixtape de 2015, You Should Be Here, superelogiada. A artista seguiu trabalhando e reapareceu com o SweetSexySavage, seu primeiro disco propriamente dito.

kehlani_2

Primeiro, há de se considerar que o disco não redefine o que conhecemos como R&B e nem tem essa intenção. Possui o frescor de um álbum que se limita ao escopo do gênero, com propriedade, familiaridade e produção que coopera a favor do artista. As letras vão fundo nas experiências de vida da cantora e não somente nas amorosas – como é mais comum por aí. Ela se aventura também pelas mais tristes também, como sua tentativa de suicídio no início do ano passado. Uma experiência como essa com certeza muda seus conceitos e a forma como enxerga a vida. Essa profundidade sentimental é transmitida e explorada por Kehlani em suas letras, deixando evidente uma sinceridade e honestidade que faz o trabalho valer a pena.

O disco é longo, traz 17 faixas. Seguindo essa regra – quase um mandamento – de fazer discos com muitas faixas, a cantora é bem guiada e faz do processo de audição algo não tão cansativo quanto possa parecer. R&Bs deliciosos e fáceis de serem degustados como “Distraction”, “Get Like”, “I Wanna Be” e “Keep On” mostram que o poder do repertório vai além dos problemas que a duração do álbum pode causar. Em nenhum momento fica faltando swing, apelo pop, sex appeal e a empolgação que um bom R&B deve transmitir.

A produção é da dupla Pop & Oak, que trabalha bem direcionando a artista para alcançar seus objetivos. O duo é famoso por trabalhar com nomes já consagrados – como Rihanna, Nicki Minaj e Alicia Keys, e isso conta como ponto positivo, afinal, eles conhecem bem o estilo e souberam trabalhar as nuances dentro do campo limitado de opções, mantendo a audição interessante e o foco na qualidade das faixas. É um álbum R&B que agrada mais por possuir boas faixas do que por seguir as regras do estilo (embora as siga fielmente).

 

1 comentário em “Kehlani – SweetSexySavage (2017)

  1. Não a conhecia. Vou tirar um momento para ouvir todo o álbum. Gostei muito da resenha é estou curiosa do que vou ouvir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: