2017 Eletronica Indie Resenhas Trilha Sonora

Demen – Nektyr (2017)

Onde new age e doom, acalento e sombra convivem perfeitamente

Por Lucas Scaliza

A sueca Demen, de quem sabemos bem pouco, tem uma visão muito clara da música que quer fazer e – da imagem que parece querer cultivar. Nektyr é seu primeiro álbum (a menos que tenha lançado mais material sobre outra alcunha) e é uma obra que mistura música dark ambient, new age, batidas eletrônicas e um clima de doom metal, mas sem a parte do metal.

Ao longo dos 34 minutos e nove faixas do álbum, Demen mostra solidez tanto na proposta sonora – seja em músicas instrumentais e fortemente nórdicas como “Korridorer” – ou em faixas mais imaginativas e misteriosas, como “Niorum” e “Illdrop”, que possuem tanto um forte acento dark, quanto também vocais gentis quase líricos, que a ligam a certos tipos de new age, principalmente a gentil faixa “Mea”.

demen_2017

Apesar de soar cavernosa, como se todos os sons emitidos viessem carregados de uma aura, o vocal é acalentador e funciona quase como um cântico na maior parte das músicas. Deitar para ouvir Nektyr é quase como flutuar em uma piscina durante a noite e se deixar sonhar acordado. E se você dormir durante o processo, não é porque a música dela é monótona ou chata, mas porque ela consegue relaxar.

Os resquícios de doom presentes em cada faixa garantem que seja uma música com certo senso de ameaça, mas no final prevalece um tom positivo, bem ao estilo escandinavo de se expressar. Faixas como “Morgon” (que possui três atos bem marcados e um vocal próximo do árabe ao final), “Ambur” (talvez a melhor música do álbum) e “Flor” deixam claro que o sensorial é o mais importante.

Discreta até o momento, Demen parece querer combinar a aura de névoa que envolve sua música com sua imagem, se fazendo de misteriosa. E isso apenas realça nossa ligação com as músicas. Parecem ainda mais etéreas e quase esquecemos que há um ser humano por trás das composições.

Para quem gosta de todos esses elementos, Nektyr é um porto seguro, combinando todas as referências com muito cuidado e com muito feeling. Mesmo tendo ouvido mais de 10 vezes cada música antes de escrever este texto, me pego divagando junto com ele para lugares diferentes todo o tempo. É como uma sessão de psicanálise, mas ao invés de falar até que algo se revele, você ouve e se deixa sonhar para que elementos do seu inconsciente emerjam.

demen_2

1 comentário em “Demen – Nektyr (2017)

  1. Pingback: Chelsea Wolfe – Hiss Spun (2017) | Escuta Essa!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: