2017 Nacional Resenhas Rock

Banda Marília Gabriela – Agora Vai (2017)

Honrando a linhagem cômica do rock nacional

por brunochair

O rock’n roll, por conta da juventude e pretensa liberdade que possui na sua origem, sempre deu margem ao cômico e ao irônico. No Brasil, parece que esses dois ingredientes, unidos, interagem com muita naturalidade. Os exemplos são muitos, de todas as épocas e de todos os tipos: Língua de Trapo, Inimigos do Rei (da Hp, não), Raimundos, Ultraje a Rigor, Baba Cósmica, Virgulóides, Mamonas Assassinas, Pedra Letícia, Velhas Virgens, João Penca e os Miquinhos Amestrados, etc. Desde letras ácidas, irreverentes, palavrões e crônica social*, cada grupo dessa pequena amostra contribuiu, a seu modo, para desenvolver essa linhagem cômica no cenário nacional.

Em 2017 ganhamos um bom referencial para seguir esta linhagem irreverente do rock: a banda Marília Gabriela, e o seu disco Agora Vai. Lançado em 14 de Julho último em todas as plataformas virtuais, o disco prendeu a atenção do resenhista que vos digita (principalmente) pelos seguintes detalhes: ao mesmo tempo que temos um trabalho marcante do power trio, o vocal está muito bem encaixado e perceptível a todo o momento, o que nos faz acompanharmos as letras das músicas com tranquilidade. E aí o grande segredo do grupo, que é casar esse cenário musicalmente interessante com as letras engraçadíssimas.

Comecei a ouvir o disco, pela primeira vez, no trabalho. E acabei rindo alto, o que fez alguns dos colegas de trabalho pararem o que estavam fazendo para entender se eu estava passando bem. Foi um pouco constrangedor, culpa de “Namastrêta” e o seguinte fragmento da canção “sei que as vezes tudo parece difícil/ dá vontade mesmo de entregar a luta/ enfiar a mão inteira no orifício/ e rasgar completamente até a nuca”. Era uma sexta-feira, zilhões de problemas a resolver no trabalho, e… gratidão! A música foi endereçada pra mim! Rir para não chorar. Voadora neles!

banda marilia gabriela1.png

Muitas letras possuem essa irreverência, essa essência libertária e jovial do rock. “Mina tb Gosta de Oral”? É óbvio que sim. Mas os caras têm coragem de falar. Se você não gostou, “Que Se Foda”, música que conta com a participação do Egydio, do Tihuana. Em todas as músicas, bons riffs e refrãos marcantes, o que contribui para que as músicas comecem a grudar nas nossas cabeças. “Comer, Dormir e Dá Umazinha” tenta unir mortadelas e coxinhas sob o mesmo interesse. Se organizar direitinho, todo mundo tem.

“Ano Novo, Vida Torta” fala sobre as promessas de ano novo, difíceis de cumprir por conta das distrações que surgem durante a caminhada, se resumindo (na música) a cachaça e mulheres. Outra frase muito engraçada do disco é a seguinte: “eu bebo pra esquecer/ se fosse pra lembrar tirava uma selfie/ eu bebo pra ficar ruim / se fosse pra ficar legal tomava leite/ ela pediu pra eu escolher/ entre o amor e a birita, pai / confesso que eu não sei se escolho a vodka ou a tequila”. Esse é o refrão de “Bebo pra Esquecer”, música que o grupo também explora o reggae, o que também está em “Brinks”.

Mas a grande música do disco, na opinião deste humilde resenhista, é “Rei do Boteco”. Temos duas personalidades, nesta canção: o rei do camarote, aquele mesmo que virou meme; e o rei do boteco, um rapaz desprovido de bens materiais e que também quer ter sucesso e dar umazinha, ao seu modo. A saga dos dois rapazes é entrelaçada e, assim, temos uma música bem engraçada, com um refrão power e todos os ingredientes que fizeram de Agora Vai um disco interessantíssimo.

Por fim, é isso. Recomendo aos ouvintes atentos de rock nacional, de rock despojado e libertário, a Banda Marília Gabriela. Garantia de bons riffs e algumas risadas durante a audição, além da surpresa com o produto todo que eles entregam. Uma boa referência para rock nacional em 2017, e para essa linhagem cômica, tão bem explorada pelos rockeiros no Brasil.

*aliás, a crônica é um gênero que também se estabeleceu no Brasil de uma forma contundente, face a leveza e a comicidade existente nos relatos banais do cotidiano, muito bem explorado pelos escritores que desenvolvem o estilo por aqui.

1 comentário em “Banda Marília Gabriela – Agora Vai (2017)

  1. Maravilha de texto .
    Dissecou todo o disco de forma impecável . Parabéns

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: