2017 Folk Indie Resenhas Rock

Roadkill Ghost Choir – False Youth Etcetera

Mais viajante e cativante, banda americana mantém vivo o southern rock

Por Lucas Scaliza

Se você for pegar a estrada e só puder levar três discos – ou tiver apenas tempo para ouvir três álbuns em seu trajeto – recomendo fortemente que o primeiro seja Prisoner, o novo do Ryan Adams. O segundo, que seja A Deeper Understanding, mais recente trabalho do The War On Drugs. E que o terceiro seja False Youth Etcetera, uma pérola do Roadkill Ghost Choir. Ambos formam um trio não intencional, mas ainda assim, complementam-se e te manterão no mesmo contexto musical e de olho na estrada, deixando que sejam a trilha sonora de suas curvas, ultrapassagens e paradas para tirar fotos do pôr-do-sol.

O que o Roadkill Ghost Choir tem de parecido com seus “irmãos”? O rock, com um pezinho no folk e outro nos anos 80, a boa utilização do teclado e dos pedais de expressão para criar uma atmosfera suficientemente psicodélica e vocais macios e suaves de Andrew Shepard.

RoadkillGhostChoir_2017

“Vision on Vision / Undo”, que abre o disco, tem 10 minutos muito bem aproveitados. Não só a banda consegue mostrar seu lado mais cativante, como também lança mão de uma série de técnicas que vão do arpejo de guitarra às passagens levemente viajantes que te convencem a ficar e aproveitar o resto do álbum.

Canção após canção, nota-se que o disco é um pequeno achado. São 12 músicas que ilustram um potencial enorme. Não paramos de apreciar os versos de Shepard em momento algum, assim como não paramos de viajar nas teclas de Kiffy Myers e nos acordes sujos de Stephen Garza em “Classics (Die Young)” ou na balada high school “Cassette Memory”, no indie pop de “Dream Shiver” ou nos refrãos cativantes de “Sad Magic”.

“Beggar’s Guild”, do EP Quiet Light de 2012, é, de longe, a música mais conhecida desse quinteto que surgiu em DeLand, Florida – mas que agora mora em Athens, Georgia. A faixa chamou a atenção por misturar banjo com o southern rock. Bem, não há banjo em False Youth Etcetera, assim como também não havia no primeiro álbum, In Tongues (2014). Como se tivessem passado um tempo andando com o Adam Granduciel, o Roadkill Ghost Choir soa menos moderninho do que no trabalho anterior e muito mais oitentista em todos os seus timbres. E se Myers não usa mais o banjo, faz um incrível trabalho com sintetizadores e outros instrumentos atmosféricos (“Panik Kit” e a lenta “Sadness For My Friends” são bons exemplos), dando-se inclusive espaço para o experimentalismo em “KLP#1”.

Bastante focados, não dão margem para o erro. E talvez os maiores acertos sejam “Severed Hand of God”, uma balada meio onírica e meio freak, e a “Out Of Existence”, faixa roqueira de nove minutos que mostra a banda soando bastante espontânea, emocionante e dando poder às guitarras. Para um disco que parecia que ia seguir as regras do southern rock, chegam ao final mostrando que dá para ser noiser e pesar um pouquinho mais a mão na imprevisibilidade. E nada disso atrapalha sua experiência na condução do veículo, nem mesmo aquele solo de sax no meio de “Suit Said Sing” .

RoadkillGhostChoir_2

A produção de False Youth Etcetera foi uma roadtrip por si só. Gravações na Georgia e na Florida, mixagem no Brooklyn e masterização em Nova Jérsei, tudo supervisionado pelo produtor David Plakon. A princípio, liberaram as seis primeira faixas como EP. Agora, com o álbum completo, temos a certeza de que o Roadkill Ghost Choir trilha um caminho bastante interessante no rock americano. Um disco que soa bastante familiar e que parte de exercícios de estilo bem simples para, no total da obra, entregar algo com potencial comercial sem abrir mão do charme alternativo de tudo que produzem.

A banda não é uma queridinha da América e é pouquíssimo conhecida fora de suas fronteiras. O álbum é, portanto, um tesouro que está aí para ser descoberto. Ou melhor, está aí para que alguns bons exploradores de bandas ou sortudos de plantão tropecem nele por acaso. Vale a pena.

Esta crítica é uma ampliação e revisão da crítica do EP False Youth Etcetera Vol. 1.

RoadkillGhostChoir_JordanHampton

Anúncios

1 comentário em “Roadkill Ghost Choir – False Youth Etcetera

  1. Pingback: Escuta Essa 62 – Os Melhores Álbuns de 2017 – Escuta Essa!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: